quinta-feira, 14 de abril de 2016

Vejam. Espero que reconheçam os direitos de quem tem direito

Governo sinaliza retirar do PLP 257/16 pontos que atingem funcionalismo público, dizem servidores.

O governo federal deve retirar do projeto de lei complementar 257/2016 (PLP 257/2016) os pontos que atingem o funcionalismo público. A informação foi passada pelo ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Ricardo Berzoini, em reunião na noite desta terça-feira (12) com a Confederação dos Trabalhadores e Trabalhadores do Brasil (CTB), Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) e entidades sindicais que representam os trabalhadores no serviço público. De acordo com os sindicalistas, Berzoini garantiu que o projeto será excluído do regime de urgência para discussão e negociações, após pressão exercida pelo movimento sindical. Segundo o grupo, Berzoini reconheceu que o governo pode avançar o projeto de alongamento das dívidas e o novo perfil da política fiscal sem atacar os direitos dos funcionários públicos, se buscar política fiscal para ciclo de 4 a 5 anos, diminuindo o saldo devedor dos estados e municípios. O diretor do Sindsefaz, Cláudio Meirelles, avalia o momento como de tensão e preocupações, mas o recuo do governo foi importante para reconhecer a luta dos servidores. "É preciso que o governador Rui Costa [PT] e o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, tenham a mesma sensibilidade do governo federal e sentem com as entidades para negociar formas de recompor os salários dos funcionários estaduais", destacou. Fonte: Bahia Notícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário